D. CARLOTA JOAQUINA, Ninfomaníaca, traidora e mulher emancipada

Carlota_Joaquina

Infanta de Espanha, princesa de Portugal, rainha de Portugal, Brasil e Algarves e imperatriz honorária do Brasil, D. Carlota Joaquina é uma das figuras mais enigmáticas e mal­-amadas da História de Portugal. Uma explicação para esse desamor: Carlota Joaquina quis ocupar um lugar decisivo mas es­colheu sempre o "lado errado" da História – que é contada pelos vencedores. Estes não lhe per­doaram e criaram à sua volta uma "lenda negra". Feia de meter medo, ninfomaníaca, adúltera, traidora, ignorante até ao fanatis­mo… a diabolização foi completa, mesmo se exagerada e injusta.

 

Carlota Joaquina casou-se com o príncipe D. João (futuro D. João VI) a 9 de Junho de 1785. Se o noi­vo tinha 18 anos, a noiva era uma menina de 10 (parece que espera­ram até ela fazer 15 anos para consumar o casamento), que passou o resto da infância e a adolescência numa corte estranha, afastada do regaço da família.Apesar desse afasta­mento, a tendência para a promis­cuidade adúltera pode muito bem ter sido herdada da mãe, a rainha Maria Luísa, que passou a vida a enganar o marido, Carlos IV de Espanha, ao ponto de convencer este a nomear primeiro-ministro o amante dela, Manuel Godoy.

O primeiro “pecado" de Car­lota Joaquina foi ter ousado fazer política num mundo de homens, e ter perdido… Perdeu na tentativa de se tornar regente no lugar do marido, na chamada “Conspira­ção dos Fidalgos", em 1805-­1806; perdeu no projecto de se tomar rainha das colónias espa­nholas do Rio da Prata (actuais Argentina e Uruguai), a partir de 1808, alegando a incapacidade do pai, Carlos IV, e do irmão, Fer­nando VII, prisioneiros de Napo­leão; perdeu, por fim, a aposta no “Portugal Velho", absolutista e contra-revolucionário, ao lado do filho D. Miguel na guerra civil. Mas a rainha ficou também na história como um exemplo de escandalosa devassidão sexual, uma mulher cujos insaciáveis ape­tites libidinosos se manifestavam num corpo que roçava a repug­nância. Oliveira Martins retratou-a como uma "megera horrenda e desdentada, criatura devassa e abominável em cujas veias corria toda a podridão do sangue Bourbon, viciado por três séculos de casamentos contra a nature­za". A própria filha, D. Maria Teresa, dizia, temerosa: "É nossa mãe, temos de respeitá-la, mas é pre­ferível sair do seu caminho." Laura Junot, mulher do embaixador francês que mais tarde seria inva­sor de Portugal, ridicularizou-a e sublinhou a sua falta de gosto.

Apesar de o casamento com D. João ter durado 36 anos, a vida em comum foi curta. A partir da conspiração de 1805-06, o prínci­pe perdeu a confiança nela e passaram a viver separados. O ódio entre o casal chegou ao ponto de, quando o seu coche se aproximava do da sua mulher nas estradas que levavam ao Palá­cio de Queluz, D. João gritava, indignado, ao cocheiro: "Volta para trás! Vem aí a puta!" Dos nove filhos do casal, a maior parte dos estudiosos considera provável que o futuro D. Pedro I do Brasil e IV de Portugal era mes­mo de D. João. Quanto aos outros, é quase certo que um deles devia a sua paternidade ao almoxarife do paço. Dos restantes, diz-se que apresentavam notórias parecenças com vários oficiais da guarda. Muitos foram apontados como amantes de D. Carlota, desde o próprio Junot, passando pelo 6.° marquês de Marialva, pelo almirante inglês Sidney Smith, por Manuel Francisco Rodrigo Sabatini, oficial da guarda de

D. Maria I- até muito mais baixo na escala social: o cocheiro da Quinta do Ramalhão, em Sintra, João dos Santos.

D. João não tinha ilusões, mas, mesmo assim, insistia em manter­-se informado das aventuras amoro­sas da mulher. Um dia desabafou: "Na vida de Carlota, a moralidade morreu…"

[NS-J.Ferreira]

About these ads
Esta entrada foi publicada em História. ligação permanente.

5 respostas a D. CARLOTA JOAQUINA, Ninfomaníaca, traidora e mulher emancipada

  1. Mar diz:

    bom ….que hei-de dizer… a mulher estava avançada no tempo.embora permita-me um à parte. se ela era tudo isso, porque é que os homens a queriam?Não havia naquele tempo, a mais velha profissão do mundo? ou apenas os homens viam o titulo e entregavam_se tais servos?Medite , pense e analise. O caracter humano , já naquele tempo não existia…

  2. Céu diz:

    Momentos são partes da vida de cada um de nós. Momentos são história, de instantes repartidos. Momentos altos, rasgos de glória. Inesquecíveis, dignos de memória… Momentos de dor, pedaços de sonho. Momentos são vida… E bons momentos é o que espero passar no próximo fds, e voltar na segunda com força total bjs Céu

  3. AnnA diz:

    Fica comigo, sai dos meus sonhos e agarra a minha mão!Abraça-me e não me deixes fugir…Olha nos meus olhos… e não digas nadaPara mim o teu silencio bastaDesde que estejas ao meu ladoFica comigo, sai dos meus sonhos e agarra a minha mão!Não penses em nada, deixa tudo lá fora…Esquece o mundo, esquece tudoFica só a olhar para mim, faz-me acreditarQue não existe mais nada para além do teu olharNão digas nada… para mim o teu silêncio bastaFica comigo!Um fim de semana para ti romântico!Beijos carinhosos sempre,Bom sabado querido Amigo AnnA

  4. Lipinha diz:

    Mais uma vez, sem palavras…Engraçado, com meras palavras, fazes-me pensar, acreditar, sorrir… obrigada pelos gentis comentários, é óptimo ler o que escreves…Quem fala como tu só pode ter um interior enorme, e como isso me parece tão raro, fico contente de te ter encontrado por aqui.jinhx *********

  5. AnnA diz:

    Bom dia querido, sempre estarei contigo mão na mão, hoje apatece-me falar de…Amar! Amar não é so sentir um pleno e verdadeiro amor. Amar é tão somente viver a cada dia, dividir a mesma emoção, sentir e ouvir o que o coração diz. Escutar o silêncio da noite, ouvir os pássaros no dia. Amar é viver cada momento, cada minuto, cada segundo como se fosse um só. Ame sempre que for possível, mas nunca se iluda por algo que jamais poderá acontecer. Nunca se iluda pensando num bom dia sendo que é uma boa noite. Nunca pense que está na solidão.Você pode estar na saudade de um amor!!! Vê lá se eu não tenho razão! Através desta mensagem que passo, acho que devemos ver todos o mundo com outros olhos! Com todo meu carinho, Beijos Mil AnnA

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s