IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA

 
 
band
 
Nos dias 4 e 5 de Outubro de 1910 alguns militares da Marinha e do Exército iniciaram uma revolta nas guarnições de Lisboa, com o objectivo de derrubar a Monarquia.
Juntamente com os militares estiveram a Carbonária e o as estruturas do PRP (Partido Republicano Português).
Na tarde desse dia, José Relvas, em nome do Directório do PRP, proclamou a República à varanda da Câmara Municipal de Lisboa.
No dia 6 o novo regime foi proclamado no Porto e, nos dias seguintes, no resto do país.
Em Braga foi-o no dia 7, tendo tomado posse da Câmara o Dr Manuel Monteiro.
Apesar de o 5 de Outubro não ter sido uma verdadeira revolução popular, mas sobretudo um golpe de estado centrado em Lisboa, a nova situação acabou por ser aceite no país e poucos acreditaram na possibilidade de num regresso à Monarquia.
Após o 5 de Outubro foi substituída a bandeira portuguesa.
As cores verde e vermelho significam, respectivamente, a esperança e o sangue dos heróis.
A esfera armilar simboliza os Descobrimentos, os sete castelos representam os primeiros castelos conquistados por D. Afonso Henriques, as cinco quinas significam os cinco reis mouros vencidos por este Rei e, finalmente, os cinco pontos em cada uma as cinco chagas de Cristo.
O hino A Portuguesa , composto por Alfredo Keil tornou-se o hino nacional.
 
PERSONAGENS DO 5 DE OUTUBRO
D. MANUEL II:
Último Rei de Portugal, sucedeu a D. Carlos I após o seu assassinato em 1908.
Tentou no seu breve reinado apaziguar a vida política, mas sem grande sucesso.
Foi acusado de falta de firmeza e de ser manipulado pela Raínha Mãe.
A partir de 1910 vive em Londres, no exílio, onde desenvolveu diversos interesses ligados à cultura portuguesa (por exemplo, na classificação de livros antigos). Morreu no exílio em 1932.
MANUEL DE ARRIAGA:
Poeta, advogado, foi um dos principais ideólogos da República.
Foi o primeiro presidente da República eleito, cargo que abandonou desiludido em 1915.
Morreria dois anos depois.
TEÓFILO BRAGA:
Nasceu em 1843.
Foi professor e escritor, tendo deixado uma vasta obra.
Fundador do Partido Republicano, tornou-se em 1910 Presidente do Governo Provisório Republicano e em 1915 o segundo Presidente da República eleito.
MIGUEL BOMBARDA:
Médico, membro do grupo de conspiradores do 5 de Outubro.
Foi assassinado no dia 3, por um doente.
CÁNDIDO DOS REIS:
Almirante republicano, próximo da Carbonária, foi o estratega militar do 5 de Outubro.
Suicidou-se na madrugada do dia 4, pensando que a revolução abortara.
JOSÉ RELVAS:
Membro influente do Partido Republicano, fez em seu nome a proclamação do novo regime em 5 de Outubro de 1910.
AFONSO COSTA:
Uma das pessoas mais activas na instauração da República e no período seguinte.
Foi várias vezes Primeiro Ministro e Ministro das Finanças.
Ficou conhecido pelas suas posições radicais, em particular contra as Ordens Religiosas e a Igreja Católica, o que explica a sua alcunha: o "Mata Frades".
Morreu no exílio, em 1937, onde participou na resistência à ditadura salazarista.
 
Esta entrada foi publicada em História. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s