PEDRO TEIXEIRA, CONQUISTADOR DA AMAZÓNIA

Image and video hosting by TinyPic

370 anos após a conquista da Amazónia pelo desbravador português Pedro Teixeira, o Senado Federal reverenciou, no dia 10 deste mês, a memória deste bandeirante que liderou uma expedição pelos rios Amazonas e Negro, entre os anos 1637 e 1639, e alcançou o feito de incorporar cinco milhões de quilómetros quadrados ao território brasileiro.

 

Mas quem foi Pedro Teixeira?

Pedro Teixeira nasceu na Vila de Cantanhede, situada a cerca de 20 km ao Nordeste de Coimbra – Portugal, em 1587. Pouco se conhece sobre sua família e primeiros anos de vida. Sabe-se que desde criança foi muito forte, adquirindo na fase adulta uma compleição invejável que o tornou talhado para a vida agreste.

Após a expulsão dos franceses do Maranhão em fins de 1615, o governo português determina o envio de uma expedição à foz do rio Amazonas, com vistas a consolidar sua posse sobre a região. A força expedicionária lusa foi constituída por três companhias. Como subalterno de uma delas, seguia o então alferes Pedro Teixeira.

A 12 de Janeiro de 1616, a tropa entrou na Baía de Guajará. Desembarcou numa ponta de terra firme, onde desde logo foram iniciadas as obras de instalação e defesa. Em local bem seleccionado, foi erguido o Forte que tomou o nome de Presépio, origem da actual cidade de Belém.

O destemido desbravador prossegue prestando inestimáveis serviços à coroa portuguesa. Combate holandeses e ingleses em muitas refregas, bem como realiza várias entradas de exploração dos sertões amazónicos.

A maior de todas as suas façanhas teria início em Outubro de 1639. À frente de 2.500 pessoas, entre militares, índios e familiares, empreende viagem de exploração da calha do rio Amazonas, partindo de Belém. Empregando cerca de 50 grandes canoas, atinge Quito, no Equador, e regressa a Belém depois de haver percorrido mais de 10.000 km de rios e trilhas. Com esse feito – um dos maiores de nossa história – contribuiria para assegurar a posse de vasta porção da bacia amazónica por parte de Portugal.

Como reconhecimento pelos seus 25 anos de profícuos serviços ao Rei de Portugal, Pedro Teixeira foi nomeado para o cargo de Capitão-Mor do Grão-Pará. Tomou posse em Fevereiro de 1640. Infelizmente, sua gestão foi curta, durando até Maio de 1641. A 4 de Julho desse ano faleceu na mesma Belém que auxiliou a fundar e consolidar.

Mais de três séculos após sua morte, os empreendimentos de Pedro Teixeira ainda nos causam admiração. As lutas travadas contra os invasores estrangeiros e a exploração da bacia amazónica fizeram-no um dos maiores heróis da então Colónia no século XVII.

Por isso, sua figura deve representar o símbolo da luta pela preservação da soberania brasileira sobre a Amazónia.

 

Portugal associou-se a esta homenagem fazendo-se representar pelo presidente da Portugal Telecom, que participou no evento e anunciou a instituição do Prémio Pedro Teixeira e o lançamento de um sítio na Internet sobre este capítulo da história luso-brasileira e sobre os impactos futuros da descoberta da Amazónia.

O prémio vai distinguir os três melhores trabalhos realizados por estudantes entre 12 e 18 anos, organizados em grupos de quatro ou cinco alunos, sobre a vida, o percurso ou o impacto dos feitos do desbravador português que ousou subir a remo o rio Amazonas, à frente de uma expedição com 2500 homens.

(Pesquisa na Internet)

 

Esta entrada foi publicada em História. ligação permanente.

4 respostas a PEDRO TEIXEIRA, CONQUISTADOR DA AMAZÓNIA

  1. Céu diz:

    Que este Natal traga em sua eterna magia, a realização de todos os desejos e deposite em cada sapatinho, saúde, felicidade e muito amor!Que se iluminem os rostos das crianças diante do brinquedo mais apetecido, que nascem sorrisos nos lábios de quem amamos e que cada lagrima caída, seja de alegria…Que as palavras sejam ditas suavemente no calor de um abraço ou na doçura de um beijo e quecada gesto seja uma caricia na alma…Para todos aqueles que passam no Cantinho da Céu e que de alguma maneira completam minha alma, todos aqueles que apesar de eu não conhecer, deixam uma palavra amiga e para aqueles que passam em silencio…Para quem amo, para quem me ama e também para quem não sente nada… Para os conhecidos e desconhecidos…para o mundo inteiro…Desejo do fundo do coração que este Natal seja cheio de Paz, Alegria e Amor…muito Amor!!Um Santo e Feliz Natal…Beijo terno para ti!Um miminho:http://i49.tinypic.com/a1lea1.jpg

  2. Ângela diz:

    Que este novo ano traga…amorfelicidaderealizações pessoaisrealizações profissionaismais saúdeE tudo o que mais desejares! :-)São os votos da sempre amigaÂngela (Amiga Virtual)http://img685.imageshack.us/img685/6950/anonovo0051.gif

  3. inexistente diz:

    Espero que estejas bem, desta vez venho pedir-te se por acaso nao sabes um sitioonde eu possa fazer um dowlnoad free da font IVORY…Beijinhos que que o teu ano de 2010 seja fabulosomada

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s